Pulando de galho em galho

Por Mino Pedrosa

Ás vésperas do fechamento da janela partidária, no início da madrugada, uma verdadeira briga de espadas. Os protagonistas: pré-candidatos a uma cadeira na Câmara Federal. Hélio José, mostrou ter a espada mais afiada e impediu a filiação de Eliana Pedrosa no Partido Republicano da Ordem Social (PROS).

O dono do PROS, Eurípedes Júnior, apoiou Hélio José e reiterou a presidência do partido no Distrito Federal para a deputada Telma Rufino. Diante disso, logo após posarem para foto oficial e divulgarem nota oficial, Eliana Pedrosa não assinou a ficha de filiação, foi bater em outra porta e já se esgotam as siglas partidárias.

A Família Roriz também foi enquadrada e não pode disputar nenhuma cadeira para a Câmara Distrital e  assinaram documentos registrados em cartório. Para Eliana Pedrosa, sobraram as condições de pré-candidata ao governo do Distrito Federal ou a vice. Eduardo Pedrosa, irmão de Eliana Pedrosa, não resistiu ao poder de Hélio José.

Vale apena lembrar que o senador, Hélio José, chega no PROS e traz na bagagem o fundo partidário. Se a família Roriz, juntamente com Eliana Pedrosa, pensaram algum dia enquadrar o senador, entraram pela janela errada. Eliana Pedrosa anda perambulando nas legendas atrás de um galho para se sustentar.