Preso da Operação Trickster afirma que pagou propina ao ex-secretário de Mobilidade Marcos Dantas

Em depoimento à Polícia Civil do DF, o preso na Operação Trickester Alexandre Lopes de Alencar afirma que pagou propina ao ex-secretário de Mobilidade Marcos Dantas para fraudar o sistema de bilhetagem do DFTrans. A declaração foi o primeiro passo para o detido negociar uma delação premiada, que está em curso no Ministério Público do Distrito Federal.

Em nota, Dantas afirma que as acusações são falsas, tem o objetivo de interferir na pré-candidatura dele a deputado federal e anunciou processo contra o delator.

Veja também

Efeito sucuri: Polícia Civil fecha o cerco na ORCRIM do DFTrans sufocando a cúpula do PSB em Brasília