Brasília, 20 de janeiro de 2018
10 jan 2018

Operação Tabajara: áudios desmontam defesa de diretor geral da Policia Civil DF, Eric Seba

O diretor da Polícia Civil, Eric Seba, após tomar conhecimento do vazamento do áudio em que ele faz acusações a delegados da Polícia Civil de Brasília, usou o jornal de uma emissora de tv para tentar desfazer o que havia sido dito e flagrado em uma gravação.

A matéria é contraditória ao áudio divulgado. Eric Seba disse que a gravação tem cerca de um ano e reafirma ter contraposto comentários pejorativos denegrindo sua imagem como “boiadeiro” fazendo trocadilhos de maconheiro.

Na verdade Eric vai mais além. Na gravação explícita não foi trocadilho e se refere ao delegado que o chama de “boiadeiro, vaqueiro”, dizendo que ele não resiste a um exame toxicológico e que “se o resultado der negativo ele entrega o cargo de chefia”. E mais, uma investigação dele no patrimônio desses delegados investigados na Lava Jato, eles não resistiriam. Insinuando um enriquecimento ilícito.

    

Ainda no mesmo áudio aponta delegados que carregavam “malas” para o ex secretário de saúde Rafael Barbosa (no governo Agnelo Queiroz). Eric Seba disse na reportagem que estava falando de delegados que não querem trabalhar na instituição para ficarem a serviço de políticos. Disse também que não falou de malas de dinheiro. Mas, é explicito que se refere a “mala para o ex secretário de saúde, Rafael Barbosa”.

Afirma ainda que em toda instituição existe usuário de drogas (também na Polícia Civil). Mas, o que está explicito na gravação é que se refere ao delegado que ele diz ser maconheiro e esse  o chamou de “boiadeiro, vaqueiro”.

Em outro áudio divulgado agora também com exclusividade Eric Seba diz que o ex diretor da Polícia Civil Jorge Xavier apesar das diferenças que tem com ele fez uma gestão honesta e que aos antecessores a Xavier ele não coloca nem uma unha no fogo. “Porque ganhavam dinheiro vendendo informações confidenciais de dentro da Polícia Civil”. Vale lembrar que o deputado federal, Laerte Bessa, (PR-DF), foi diretor e antecessor de Jorge Xavier.

Fica claro que Eric Seba se precipitou em sua defesa, pois, o áudio confirma a denúncia de acusação divulgada com exclusividade no site Quidnovi.

Ouça com exclusividade os áudios em que Eric Seba denuncia que delegados ganhavam dinheiro vendendo informações confidenciais da Polícia Civil do DF.

 

A matéria da resposta de Eric Seba exibida na Rede Globo