O combustível estocado no Aeroporto de Brasília já acende a luz amarela

O impacto dos protestos de caminhoneiros de todo o país contra a alta do preço de combustíveis chegou hoje (22) ao Aeroporto Internacional Juscelino Kubitscheck, em Brasília. Com os veículos que transportam o querosene de aviação retidos em rodovias interditadas no entorno do Distrito Federal, a empresa concessionária Inframerica decidiu contingenciar o combustível estocado no aeroporto.

Em nota, a Inframerica garantiu que todos os protocolos operacionais e de segurança estão sendo seguidos para evitar problemas e amenizar as adversidades, e aconselha quem vai viajar a consultar as empresas aéreas sobre a situação dos voos.

Ainda de acordo com a Inframerica, três voos que pousariam em Brasília foram cancelados hoje, mas por razões que nada tiveram a ver com os protestos de caminhoneiros ou com a ameaça de desabastecimento. Segundo a assessoria da concessionária, devido ao mau tempo, a TAM e a Avianca cancelaram, respectivamente, dois e um voo que partiriam de Guarulhos e fariam escalas na capital federal.

As empresas de aviação que, segundo a Inframerica, cancelaram voos, ainda não deram informações.

Em média, 48 mil usuários de transporte aéreo passam pelo Aeroporto Internacional de Brasília todos os dias. O terminal já é o terceiro em movimentação de passageiros no país.

Desde ontem (21), os caminhoneiros deflagraram uma paralisação por tempo indeterminado e bloqueiam rodovias em vários estados. A categoria reclama do reajuste das tarifas do diesel, que encarecem o valor do serviço.

 

Fonte: Quidnovi/EBC