Messi vê Copa da Rússia como última chance de sua geração para levantar a taça

Prestes a disputar mais uma Copa do Mundo, Lionel Messi acredita que o Mundial da Rússia será a última oportunidade para sua geração tentar levantar a sonhada taça. Ele fez a afirmação em entrevista a um canal de TV argentino, para o qual também lamentou que a seleção tenha perdido três finais em sequência.

“Obviamente, dependemos dos resultados, lamentavelmente. Esse é o pensamento de todo esse grupo que chegou a três finais, que lamentavelmente não pudemos ganhar. Pensamos que, se não formos campeões, virá muito mais ainda disso, não teremos outro. Por isso, creio que essa é a mensagem dessa geração de jogadores pelo que sentem, o que nos fizeram sentir”, afirmou a principal estrela da seleção argentina, que completará 31 anos durante a Copa.

Além dele, a seleção argentina conta com outros jogadores que já atingiram a casa dos 30 anos, como Di Maria, Agüero, Higuaín, Mascherano e Otamendi. A geração de Messi foi derrotada pela Alemanha na final da Copa do Mundo em 2014, e pelo Chile na final da Copa América 2015 e da Copa América Centenário em 2016.

Por isso, o jogador do Barcelona afirmou que vê pessoas de todas as parte do globo apoiando-o na Rússia. “Eu vi em todo o mundo o desejo de muitas pessoas de que também seja um bom Mundial para mim, o desejo de me ver campeão. A verdade é que isso é impressionante, em qualquer parte do mundo eles estão esperando que a Argentina seja uma campeã e seja dada a mim. Mas eu tento viver o dia a dia e não queimas etapas até junho”, relatou.

Na Rússia, a Argentina parte em busca do tricampeonato mundial. A caminhada começa contra a Islândia. Também enfrenta Nigéria e Croácia na fase de grupos da Copa.

Fonte: Quidnovi/Estadão