• Sem categoria
  • 27 ago 2015

Marcão decide mais uma vez, e Figueira elimina o Galo com gol no fim

Marcão, aos 44 do segundo tempo, marcou o gol da classificação que decretou a vitória por 2 a 1 que classificou o time catarinense

Não deu desta vez. Acostumado a reviravoltas históricas em competições eliminatórias, o Atlético-MG experimentou a frustração de ser eliminado da Copa do Brasil nos minutos finais diante do Figueirense, no Orlando Scarpelli, nesta quarta-feira. Marcão, aos 44 do segundo tempo, marcou o gol da classificação que decretou a vitória por 2 a 1 que classificou o time catarinense.

Com um a menos durante todo o segundo tempo e enfrentando um campo encharcado, o Galo chegou a abrir o placar logo após a expulsão de Leonardo Silva, no primeiro tempo, com Edcarlos. No segundo tempo, o time atleticano não suportou a pressão e acabou sofrendo a virada me dois lances de bola parada marcados por Leandro Silva e Marcão.

Fora da Copa do Brasil, o Galo volta as suas atenções para o Campeonato Brasileiro. No domingo, o Atlético enfrenta o Fluminense, às 16h (de Brasília), no Maracanã.

O jogo

Precisando de buscar o resultado, o Atlético-MG teve como obstáculo, logo no início da partida, não apenas o Figueirense, mas também a gramado do estádio Orlando Scarpelli, encharcado devido as chuvas em Florianópolis.

O gramado escorregadio, no entanto, quase favoreceu o Galo nos minutos iniciais. Marcos Rocha fez o cruzamento, e o zagueiro Bruno Alves deu o carrinho, mas deslizou demais no gramado. A bola quase sobrou para Pratto, que não conseguiu o domínio.

A resposta do Figueira veio aos sete minutos. Após bate-rebate na área, a bola sobrou para Bruno Alves que encheu a bomba, mas a bola explodiu no goleiro Victor. Dez minutos depois, Marcos Rocha mandou mais uma para área, e Pratto escorou de peito para Luan que pegou firme, mas Alex Muralha fez ótima defesa.

O jogo permanecia bastante equilibrado, e o Galo voltou a levar perigo apenas aos 32 minutos. Luan roubou a bola no campo de ataque e cruzou para Leonardo Silva, que fez o giro, mas bateu fraco, tranquilo para Alex Muralha encaixar.

Dois minutos depois, Clayton aproveitou a bobeira da zaga atleticana e disparou, sozinho, em direção ao gol de Victor. Leonardo Silva, porém, parou com falta o atacante e acabou recebendo o cartão vermelho. Com 41 minutos, Fabinho foi à linha de fundo e mandou a bola para área. Mesmo pequenino, Clayton subiu muito, mas cabeceou para fora.

Aos 44 minutos, o Galo abriu o placar mesmo com um a menos. Giovanni Augusto levantou bola na área, e Edcarlos desviou de cabeça para o fundo das redes.

Ducha de água fria – Papéis invertidos na etapa complementar. Buscando um empate, o Figueirense se lançou ao ataque e chegou com perigo aos seis minutos. Clayton entortou Edcarlos e finalizou, de dentro da área, porém a bola passou rente à trave de Victor.

Um minuto depois, Giovanni Augusto puxou o contra-ataque, cruzou para Pratto, mas Alex Muralha fez o corte antes que a bola chegasse ao argentino.

Yago bateu escanteio aos 15 minutos, e a bola sobrou para Marcão que, dentro da pequena área, finalizou, no entanto, o arremate foi bloqueado pela zaga atleticana. Dois minutos depois, Clayton rolou para João Victor bater bonito, mas a bola passou tirando tinta da trave mineira.

A pressão catarinense deu resultado aos 26 minutos. Marquinhos Pedroso bateu cruzamento, e Saimon escorou para Leandro Silva completar de cabeça: 1 a 1. Clayton quase virou o placar aos 41 minutos. Em novo escanteio, o atacante desviou e a bola cruzou perigosamente a área atleticana.

A virada finalmente veio aos 44 minutos do segundo tempo, de novo após cruzamento batido por Marquinhos Pedroso. Marcão subiu mais alto que a defesa atleticana e decretou o segundo gol do Figueira.

FICHA TÉCNICA

FIGUEIRENSE 2 X 1 ATLÉTICO-MG

Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC)

Data: 26 de agosto de 2015 (quarta-feira)

Horário: 19h30 (de Brasília)

Árbitro: Vinícius Furlan (SP)

Assistentes: Vicente Romano Neto (SP) e Herman Brumel Vani (SP)

Público: 7.310 pagantes

Renda: R$ 118.240,00

Cartões Amarelos: Fabinho e Leandro Silva (Figueirense); Luan (Atlético-MG)

Cartão Vermelho: Leonardo Silva (Atlético-MG)

Gols:

Figueirense: Leandro Silva aos 27 minutos e Marcão aos 44 minutos do segundo tempo

Atlético-MG: Edcarlos aos 44 minutos do primeiro tempo

FIGUEIRENSE: Alex Muralha; Leandro Silva, Saimon, Bruno Alves e Marquinhos Pedroso; Dener, Fabinho (Yago), João Victor e Rafael Bastos (Marcão); Clayton e Thiago Santana (Alemão)

Técnico: Renê Simões

ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha; Leonardo Silva, Jemerson e Douglas Santos; Rafael Carioca (Dátolo), Leandro Donizete, Luan, Giovanni Augusto (Eduardo) e Patric (Edcarlos); Lucas Pratto

Técnico: Levir Culpi

Fonte: Gazeta Esportiva