GATILHO: A BOMBA RELÓGIO ARMADA POR ROLLEMBERG.

18 out 2017

O governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg está deixando uma armadilha para seu sucessor. Reconhecendo que falta menos de um ano para encerrar o mandato, e o péssimo desempenho que inviabiliza a reeleição, começa a gastança que levará o GDF ao fundo do poço novamente. As nomeações para o Instituto de Defesa do Consumidor e Secretaria de Cultura,(feudo da econômico da primeira da Márcia Rollenberg), são sinais de que está sendo aberto o cofre do GDF.

O gatilho vai custar aos cofres públicos em 2017, R$ 23.148.823,69. No ano seguinte já com um novo gestor sobe para R$ 144.034.612,03. Rollemberg ainda vai chamar a conta gotas até o último dia do mandato os concursados que segundo prometeu na campanha de 2017, e só agora reconhecendo a inviabilidade da reeleição vai deixar uma bomba dificultando a próxima gestão na tentativa de camuflagem do fracasso como governador. Nada contra a convocação dos aprovados nos concursos públicos, mas a convocação de todos no final do governo sem dispensar o cabide de empregos dos comissionados é no mínimo sadismo com a população.