Disputa acirrada pelo comando da OAB-DF

Com a definição do representante do grupo da situação nas eleições da OAB/DF, vai esquentar a campanha para a sucessão do atual presidente, Juliano Costa Couto. O secretário-geral, o tributarista Jacques Veloso, foi escolhido em votação entre os conselheiros e vai para a disputa, com apoio de atual gestão, tendo o criminalista Cleber Lopes como vice. Também estão no páreo os advogados Délio Lins e Silva Júnior, que concorreu com Costa Couto há três anos, e Max Telesca, presidente do Instituto de Popularização do Direito.

 

Votação apertada
A escolha do candidato do grupo da situação na OAB/DF, ocorrida no último sábado, em votação secreta, foi apertada. Apoiado pelo presidente, Juliano Costa Couto, o tributarista Jacques Veloso teve 41 votos. O criminalista Cleber Lopes (foto), preferido do ex-presidente Ibaneis Rocha, conquistou 39 votos. Como a coluna mostrou no último domingo, agora o grupo precisa se unir em torno da dobradinha.

 

Torcida da OAB
Depois da disputa voto a voto no último sábado, o presidente da OAB, Juliano Costa Couto, e o ex-presidente da entidade Ibaneis Rocha reuniram amigos para assistir juntos ontem à partida entre Brasil e México. Foi na casa de Ibaneis, que viaja amanhã com o filho, João Pedro, 13 anos, para a Rússia. Na sexta-feira, já acompanhará o jogo da seleção nas quartas de final, com a Bélgica, em Kazan, a 850 km de Moscou.

 

Rivais novamente em disputa
A próxima eleição da OAB/DF vai deixar novamente em disputa dois rivais, Francisco Caputo e Ibaneis Rocha, que se enfrentaram nos últimos quatro pleitos, como candidatos ou como apoiadores. Caputo é aliado de Délio Lins e Silva Júnior. Ibaneis vai com Jacques Veloso.

 

Vice
Cresce também a possibilidade de Ibaneis Rocha (MDB) virar o vice na chapa de Jofran Frejat (PR). As conversas estão avançadas.

 

 

Fonte: Quidnovi/Correio Braziliense