CASO EIKE É CONSTRANGEDOR, DIZ MARCO AURÉLIO MELLO

Um dia depois de o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pedir que o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), seja declarado impedido de atuar no habeas corpus impetrado pela defesa do empresário Eike Batista, o ministro Marco Aurélio Mello disse nesta terça-feira, 9, que o episódio é “indesejável” e “ruim” para o Judiciário.…